Pesquisar

Estudo Lira-SPD

Acesso >>

Newsletter



Programa da Direcção Eleita

Programa de candidatura a eleições para órgãos sociais da Sociedade Portuguesa de Diabetologia

A lista candidata é proposta pela Direcção actual da SPD e cumprirá com rigor os objectivos gerais expressos nos Estatutos

Formação da Lista

A lista que se candidata aos órgãos sociais da SPD ( Sociedade Portuguesa de Diabetologia ) tem como principal desafio manter o rumo de acção das anteriores direções centrando-se na defesa “dos interesses científicos, sociais e éticos dos seus associados, e, nomeadamente, promover, cultivar e desenvolver a investigação e o ensino da diabetologia e Ciências Afins; fomentar o convívio e troca de ideias entre sócios; dar parecer sobre todos os assuntos relacionados com a investigação e o ensino da Diabetologia e Ciências Afins; desenvolver e apoiar a formação dos seus associados, participar na elaboração dos actos normativos que importam à Diabetologia e Ciências Afins».

A Sociedade Portuguesa de Diabetologia orienta a sua atividade com foco nos profissionais, nas pessoas com diabetes e na sociedade. A força da SPD assenta, sobretudo, na qualidade e diversidade dos seus sócios. A SPD é uma sociedade científica de cariz particular pois é multidisciplinar e transversal contando nos seus corpos sociais e no programa de ação com médicos de diversas especialidades, como a Endocrinologia, a Medicina Interna e a Medicina Geral e Familiar, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e investigadores de todo o país.

Programa de Ação

Linhas gerais:

- Seguir a linha programática das anteriores direções da SPD em acções de cariz informativo, formativo, consultivo, de apoio à Investigação e à formação pós-graduada. Manter-nos-emos na linha da frente da divulgação do conhecimento e do estado da arte na área da Diabetologia.

- Continuar a elaborar Recomendações científicas baseadas na evidência e, sempre que possível, em concordância com as nossas congéneres internacionais (EASD; ADA e IDF) e nacionais. É nosso propósito, reforçar a colaboração com a Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM); a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) e a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) mas, também com outras sociedades científicas e parceiros na gestão das complicações e tratamento da doença. Promoveremos reuniões com sociedades científicas congéneres para trabalharmos em conjunto na realização de simpósios e/ou acções conjuntas nas áreas das complicações cardiovasculares, pediátrica e do adolescente, obesidade e doenças crónicas não transmissíveis em geral, por exemplo.

A elaboração e divulgação destas Recomendações que devem corresponder ao estado da arte é um dever a que nos propomos tanto mais que constrangimentos derivados à política muitas vezes economicista das entidades de saúde colidem frequentemente com a prática dos diabetologistas e com o que são as Guidelines e Recomendações nacionais e internacionais que a SPD partilha e divulga.

- Desenvolver e apoiar a formação dos associados. Assim, continuaremos a desenvolver esforços para conseguir mais Bolsas e Prémios de apoio à investigação e a atribuir subsídios financeiros aos Grupos de Estudo para trabalhos de investigação, pagamento de inscrições em congressos internacionais e financiamento de outras atividades científicas ou formativas.

- Apoiar e incentivar a maior formação e diferenciação de enfermeiros e nutricionistas na área da Educação na Diabetes.

- Manter o Congresso Nacional da Diabetes, agora de periodicidade anual, para apresentação e discussão de trabalhos científicos, simpósios da responsabilidade de cada Grupo de Estudo, encontros com especialistas nacionais e estrangeiros e conferências sobre temas da atualidade diabetológica.

- Manter a coordenação científica, promover e colaborar em estudos epidemiológicos/observacionais multicêntricos na área da Diabetes. Prosseguir com o Estudo nacional da neuropatia diabética - PREVANEDIA.

- Aperfeiçoar a informação regular dos sócios através do site da SPD e de newsletters periódicas e frequentes. Procuraremos tornar o site da SPD mais funcional e interativo.

- Manter viva a Revista da SPD em edição trimestral.

- Manter ativa, no debate social, a problemática da diabetes. A advocacia da Diabetes será partilhada com todos os interessados e em parceria com a APDP.

- Manter e aperfeiçoar a atividade do Observatório Nacional para a Diabetes.

- Sempre que possível, estreitar as relações com os representantes institucionais e colaborar em projetos sob os auspícios da Federação Internacional da Diabetes ( IDF) , Direcção Geral da Saúde/Programa Nacional da Diabetes e outras Organizações e Entidades académicas nacionais e internacionais.

No final do mandato a que nos propomos esperamos ter demonstrado que contribuímos para:

- maior qualificação e diferenciação dos profissionais de saúde que trabalham em diabetes;

- a existência de mais centros de tratamento de pessoas com diabetes que consigam demonstrar a excelência dos seus processos e que envolverão obrigatoriamente as pessoas com diabetes na definição dos mesmos;

- melhores resultados de saúde relacionados com a diabetes;

- a discussão da avaliação de custos e ganhos em diabetes nas diferentes dimensões que devem ser tomadas em conta na doença crónica.